Diversos

Conservantes naturais usados em cosméticos orgânicos e 100% naturais

Que a gente aqui tenta fugir com todas as forças dos parabenos e afins ok… mas e o que será usado no lugar destes vilões?!
Segue abaixo conservantes naturais e seguros, muitos deles, você tem em casa, alguns são usados na indústria alimentícia e outros podem ser encontrados em lojas de produtos naturais.

Da sua cozinha:

Sal (cloreto de sódio): Sabe o sal de cozinha comum? Ele tem sido usado há eras para preservar alimentos (quem não lembra da carne de sol ou charque que era transportado na época dos bandeirantes?) e também pode entrar em formulações cosméticas, como creme dentais, produtos antiséptico para pés entre vários outros usos. Ele se liga á agua e ajuda a inibir bactérias, cria um ambiente inóspito a elas. Inibe crescimento de bolores e leveduras também.
Você vai encontrar no rótulo como: sodium chloride ou em inglês marine salt
 
Áçucar (hidratos de carbono): vilão da dieta mas amigo da conservação, só ver as compotas de frutas ou geléias. Inibe o crescimento bacteriano,acrescido a produtos que foram aquecidos- um exemplo de uso foi este sabonete que fiz (que precisa ferver a barra de sabonete + água), acrescido OE de melaleuca cerca de 2l de produto aguentaram bem por três meses – clica aqui

Você vai encontrar no rótulo como: carbohydrates ou em inglês sugar

Limão: é antioxidante por ter muita vitamina C e também contém muito sal o que evita o apodrecimento, normalmente os dois limões mais conhecidos são o tahiti e o siciliano.
 Você vai encontrar no rótulo como: Citrus medica limonum ou Citrus aurantifolia christman swingle ou em inglês Lemon
Mel: Altamente estável no crescimento antimicrobiano por ter baixo teor de umidade e concentração de água.
Você vai encontrar no rótulo como: Apis mellifera ou em inglês Honey
Da loja de produtos naturais:
Própolis: mistura de ceras e resinas produzidos pelas abelhas, oferece proteção antbacteriana e antifungicas. Encontrado facilmente em farmácias e casas de produtos naturais

Você vai encontrar no rótulo como: Propólis Wax extract ou o mesmo nome em inglês

Óleo de neem: é um óleo poderoso, antiséptico, antifúngico, antiprotozoários, muito semelhante ao óleo essencial de melaleuca, porém muito mais eficaz.Pode ser encontrado em lojas que vendam óleos vegetais e coisas para aromaterapia
Você vai encontrar no rótulo como: Azadirachta indica ou em inglês neem oil
 
Óleo de melaleuca (tea tree): agente antibacteriano, antifúngico, antivirótico, antiinflamatório, quando há o óleo presente em uma formulação ele apresenta a dupla ação- cuidar daquilo que o cosmético se propõe a fazer e ainda dar uma ajudinha na conservação.Vendido por várias marcas e lojas de aromaterapia e também em algumas casas de artigos naturais e farmácias homeopáticas
Você vai encontrar no rótulo como: melaleuca alternifolia ou em inglês tea tree oil



Das lojas especializadas para confecção de cosméticos e panificadoras
Extrato de grapefruit: biocida natural reduzindo o crescimento de leveduras, bolores e bactérias. Pode ser usado em qualquer tipo de cosmético.
Aqui no Brasil é raro achar, só vi em lojas gringas e tem o nome comercial de Grapefruit Seed Extract.
Você vai encontrar no rótulo como:Citrus grandis ou em inglês Grapefruit Seed Extract
  
Ácido cítrico:  muito usado para conservar líquidos como sucos ou até sorvetes . É versátil  e barato. Extraído de frutas cítricas ou vermelhas que tem altas concentrações de antioxidantes.
Por isso é bastante usado em cosméticos líquidos, um exemplo mostrado aqui foi a água termal de alecrim, que além do próprio alecrim ter estas propriedades , só havia ele como conservante adicionado. E no caso deste produto tem vida útil de dois anos, ou seja é eficaz.
Pode ser encontrado em lojas de confecção  de cosméticos ou em lojas de arigos de padaria.
Você vai encontrar no rótulo como:Ácido Cítrico ou em inglês Citric Acid.

Extrato de alecrim: auxilia contra processos de envelhecimento, do tipo escurecimento, espessamento, enrugamento entre outros tipos de ocorrências com o passar do tempo. O ativo ácido carnosico encontrado na planta, ajuda a proteger contra raios UV. TAmbém é um eficaz antibacteriano e antimicrobiano. Adicionado a cosméticos, da mesma forma que a melaleuca ele cumpre o que o cosmético se propõe a fazer e ainda dá uma ajudinha na conservação.

A forma mais comum de comércio do produto é o extrato glicólico que é a infusão da planta em glicerina vegetal, encontrada em lojas para confecção de cosméticos.
Você vai encontrar no rótulo como: Rosmarinus Officinalis extract ou em inglês Rosemary extract

Alfa-tocoferol (vitamina E) – é um anti-oxidante e é  utilizada por impedir  que os óleos vegetais fiquem rançosos. Porém não se deixe enganar pois existe a versão sintética, considerado problemática para algumas organizaçãoes que prezam a segurança dos cosméticos – o acetato de tocoferol, que é o vendido em farmácias. A vitamina E pura para este tipo de uso se encontra em lojas de confecção de cosméticos
Você vai encontrar no rótulo como:Tocopherol  ou o mesmo nome em inglês.

 Sorbato de Potássio: Conservante alimentar para pães e sorvetes por exemplo –  é eficaz  contra contra bolores, leveduras e bactérias- mas não em produtos com um pH superior a 6, dos quais a maioria  são loções. O sorbato de potássio é encontrado na natureza, mas acredita-se que qualquer um disponível hoje seja  sintético. (Mas não posso afirmar isso com 100% de certeza). Pode dar dermatite de contato mas com risco muito menor que do que um químico convencional.

Usado por exemplo em shampoos  como o da Ikove, vide aqui . Pode ser encontrado em algumas lojas de confecção de cosméticos mas mais comumente vendido em lojas para artidos de panificação aqui no Brasil.
Você vai encontrar no rótulo como:Potassium sorbate  ou o mesmo nome em inglês.

Considerações finais:
Estes conservantes  são considerados mais seguros por muitos pois sempre existiram na natureza e nosso sistemas imunológicos aceita bem.
Tanto que eles são usados na composição de diversos cosméticos orgânicos e são aprovados pelas certificadoras ECOCERT e IBD entre outras  .
Os conservantes provenientes de fonte vegetal ou mesmo animal como o mel e o propólis são seguros para os seres humanos.
Sempre existirá a polêmica do quão eficazes podem ser, mas assim como conservantes químicos como parabenos, que já vi serem usados até CINCO tipos diferentes em um só produto, eles também devem ser combinados para que haja a eficiência desejada.

Pela minha experiência de mais de um ano usando produtos com formulações entre 98% e 100% naturais, posso garantir que eles não estragam facilmente quanto suspeitam.
+ Quais componentes da fórmula devem ser evitados

Licença Creative Commons
O trabalho Conservantes naturais mais usados em cosméticos de Yumi – Projeto Beleza saudavel está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
 

Licença Creative Commons
Este texto está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Dê os créditos, referencie da forma correta! Cópia integral é plágio.

Exemplo de créditos: Projeto Beleza Saudável, Yumi. Link do post: