Sobre o Blog

Um dia me vi com um problema de dor crônica e tomei muito remédio alopático, até que o fígado e os rins começaram a reclamar, até o suor denunciava o cheiro da overdose de medicação.

Então resolvi pesquisar outras formas de me tratar que me intoxicassem menos – comecei pelos florais e massagens, pesquisei chás e também homeopatia  e atualmente aromaterapia . E claro, muita terapia.

Ter uma doença crônica acaba com a beleza, os cabelos e a pele são os primeiros a sofrer, e logo eu que sempre fui vaidosa, amava meu cabelo volumoso e com brilho… De uma hora pra outra me vi com muito menos fios, a pele acabada… Então além de me tratar, precisava urgente de cosméticos que resolvessem estes problemas, que deixaram minha autoestima pior ainda, como se já não bastasse à própria doença para derrubar.

E eu sempre fui apaixonada por cosméticos, amo um creminho, uma novidade…

Nesse caminho, sempre fui lendo artigos sobre saúde, bem estar, alimentação… O quanto consumir alimentos industrializados faziam mal e intoxicavam. Ligando minha intoxicação dos remédios-  acabei pensando, se um componente químico seja de remédio ou de alimentação nos prejudica, que mal os produtos de beleza com compostos químicos podem fazer em longo prazo?!

Penso que seja cumulativo, assim como os aditivos químicos  da indústria alimentícia – como apenas consumidora, não tenho como tecer uma tese de mestrado sobre os efeitos na saúde, porém vendo o que aconteceu ao tomar excesso de medicação, hoje eu prefiro trocar os cosméticos tradicionais pelos orgânicos ou 100% naturais

Tenho na família dois farmacêuticos que me ajudam a entender os compostos químicos das fórmulas e ao entender o que fazem, cada vez mais prefiro produtos naturais, especialmente os que contêm óleos essenciais – pois sei que além dos benefícios estéticos trazem benefícios físicos e emocionais.

Claro que ainda preciso tomar remédio alopático (diminuí drasticamente o número e o que pude troquei por florais e homeopáticos), o intuito é fazer as trocas por cosméticos mais saudáveis, por isso o blog tem este nome: Projeto Beleza saudável.

Mas esta troca ainda é um pouco difícil, pois os cosméticos verdes começaram há pouco tempo no Brasil demanda tempo de pesquisa para saber os que realmente são naturais e não “uma fachada de merchandising verde” e investimento financeiro, por isso este projeto é tocado aos poucos.

Já tem alguns anos que faço uso da aromaterapia, dos florais e da homeopatia e aqui é o meu registro das descobertas que tenho feito qual produto usar, que substância evitar, onde encontrar estes cosméticos.

Também não sou eco-radical, cometo meus pecados como banhos mega quentes por conta da minha condição – mas procuro compensar no que posso para ajudar a natureza: diminui o consumo de produtos, reaproveito, reciclo, mantenho luzes apagadas quando não estão em uso. Mas hoje vejo que que os cosméticos verdes de verdade, não são poluentes, além de não serem testados em animais, o que é mais um ótimo motivo pra continuar.

Todas as resenhas são de produtos comprados por mim, se eventualmente receber algum para teste isso ficará explicito. Bem como qualquer coisa que for postado aqui foi por vontade própria e não um post pago, pois também gosto de divulgar novidades e bons produtos.

E aqui você também irá encontrar as dicas de tudo o que fizer bem para a beleza e a saúde de uma forma mais natural possível.

Espero que este blog seja útil para você que quer uma vida mais saudável e natural!

assinatura_yumi

 

Licença Creative Commons
Este texto está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Dê os créditos, referencie da forma correta! Cópia integral é plágio.

Exemplo de créditos: Projeto Beleza Saudável, Yumi. Link do post: